Como escolher umas botas de hipismo

O hipismo exige, para além do amor aos cavalos, uma série de acessórios e equipamentos essenciais à prática deste desporto, com conforto e segurança. Um desses equipamentos são as botas de hipismo que, na hora da decisão, implicam alguns cuidados acrescidos. Saiba o que deve ter em conta quando se procura as melhores botas de hipismo!

Tenha em conta as condições

Não se tratando de um calçado que se compra propriamente pela estética, as botas de hipismo são uma peça indispensável no que toca ao equipamento necessário para a prática desta modalidade e, por isso mesmo, devem adequar-se a uma série de fatores:

  • O tipo de terreno em que a atividade será desenvolvida, para analisar a resistência necessária
  • As estações do ano em que o hipismo é praticado, para avaliar a necessidade de um revestimento mais quente ou impermeável
  • Qual o esforço exigido, de forma a perceber se o material oferece a dinâmica apropriada
  • A quilometragem ou tempo de uso médio, para perceber se o investimento realizado será benéfico a longo prazo 

A segurança, antes de mais

A segurança é, como em todos os desportos, o critério que mais deve ser tido em conta no hipismo, a começar pela escolha das botas mais apropriadas. Assim, deve garantir-se que as solas são suficientemente grossas e firmes, ideais para evitar a instabilidade e as derrapagens na prática desta modalidade. Do mesmo modo, é importante que as botas sejam efetivamente uma proteção dos pés e das pernas, no que diz respeito ao clima, a possíveis objetos projetados em direção do corpo, bem como de eventuais quedas e lesões.

O conforto

Usar o número adequado das botas de hipismo implica que o dedo maior do pé nunca deve encostar à parte da frente da bota, algo que não só pode originar grande desconforto, como pode provocar lesões nos dedos e nos pés. O ideal é que, entre o dedo e a frente da bota, exista a distância equivalente a meio centímetro (a largura de um lápis).

É ainda importante que a compra das botas se realize no final do dia, altura em que os pés estão normalmente mais inchados devido à ativação da circulação sanguínea realizada nas horas anteriores. Deste modo, evitam-se surpresas desagradáveis ao perceber que, afinal, se deveria ter comprado o número acima das botas de hipismo.

É ainda relevante que as botas de hipismo sejam confecionadas com materiais confortáveis e macios, o que garantirá um maior nível de concentração a cada trote, não existindo distrações que possam tirar o seu foco e reduzir o seu rendimento.

E, finalmente, a conservação!

Um par de botas de hipismo que são regularmente sujeitas a uma limpeza e a uma conservação eficazes, resistem muito mais tempo. Por isso, observe as instruções do fabricante (que geralmente acompanham o produto) e, antes de iniciar a aplicação de qualquer produto, seja ele graxa ou hidratante, faça a limpeza total com um pano seco, ou uma escova de cerdas flexíveis para retirar as sujidades que possam estar fixadas, principalmente na sola e no salto da bota de hipismo.

Quando notar desgaste nas áreas de maior atrito, é indicada a aplicação de hidratante à base de água a cada 15 dias. Sempre que as botas apresentarem sinais de humidade, devem secar à sombra e nunca em exposição solar direta.

A sua votação: