Como escolher uma escola de equitação

Um crescente número de escolas onde se pode aprender e aperfeiçoar a arte de andar a cavalo tem surgido nos últimos tempos, e a escolha entre uma delas pode tornar-se complicada. A seguir vamos saber quais os aspetos que interferem na seleção e na escolha da melhor escola de equitação:

Ter em atenção as atividades oferecidas pela escola

Hoje em dia, numa boa escola de equitação, não se aprende apenas a montar um cavalo. É também possível usufruir de preparação para competições, assistir a espetáculos equestres realizados na escola, beneficiar de treinos mais avançados dentro da modalidade de equitação desportiva ou tradicional portuguesa.
Nalgumas escolas é possível também aprender a tratar-se dos cavalos desde a alimentação até aos cuidados mais básicos de saúde e de estética. Deve procurar-se uma escola de equitação aonde seja possível reunir o maior número possível de aprendizados.

O ensino do volteio deve ser uma prioridade

Para os iniciantes na equitação o que realmente importa é aprender a montar, e para isso não há como as escolas que garantam um bom ensino de volteio. É durante esta fase inicial do aprendizado da equitação que se vão estabelecer os primeiros contactos entre aluno e cavalo, e é também nesta fase que o amor por estes nobres animais é cultivado e alicerçado.
Adquirir a postura correta para montar, tomar conhecimento dos procedimentos básicos para que o cavalo corresponda ao que lhe é pedido e estabelecer limites naquilo que se deve exigir do animal são requisitos importantíssimos para a formação dos futuros cavaleiros, e é durante as aulas de volteio que estes conceitos se interiorizam.
Procurar uma escola que disponibilize aulas de volteio individuais e com duração de pelo menos 20 minutos, é uma boa estratégia para escolher o local ideal para aprender equitação.

Aulas de Sela

Depois de garantir o sucesso da premira aula de equitação, é importante que a escola auxilie os alunos a aperfeiçoem os ensinamentos adquiridos, desenvolvendo aptidões próprias e à-vontade em cima da sela. Isto é o que faz durante as aulas de sela.
Devem sempre preferir-se escolas aonde as aulas de sela tenham um limite de 4 alunos em picadeiro, uma vez que é vantajoso usufruir de um ensino personalizado. Grupos mais numerosos de alunos acabam por impedir que as dúvidas de cada cavaleiro sejam esclarecidas devidamente. Nesta altura do ensino realizam-se bastantes exercícios de consolidação de conhecimentos e a opção por escolas com ensino mais individualizado é altamente benéfica.

Ter em atenção os picadeiros

O picadeiro é o local aonde irão decorrer as aulas de equitação e por isso é fundamental selecionar uma escola que tenha noção da importância deste fator.
Picadeiros ao ar livre são ótimos porque permitem o contacto do aluno com o meio exterior, dando uma maior sensação de liberdade e entrosamento com a natureza, no entanto também é bom que a escola disponha de um picadeiro coberto.
Os picadeiros cobertos podem ser utilizados em qualquer época do ano e independentemente das condições meteorológicas, além de proporcionarem melhores condições de concentração e de segurança, tanto do cavaleiro quanto do cavalo.
Escolher uma escola que disponibilize as duas formas de picadeiros (exterior e interior) é uma boa opção.
Quanto às dimensões que os picadeiros devem apresentar, estas são variáveis, dependendo do número de alunos e de cavalos presentes simultaneamente dentro do recinto. Mas regra geral pode dizer-se que um picadeiro de 20 x 40 metros possui já dimensões adequadas à prática do ensino equestre. O bom estado do piso também é fundamental, assim como a limpeza e asseio do mesmo.

Procurar uma escola onde se promova a evolução dos alunos

É de grande importância o acompanhamento individual de cada aluno e a adaptação da exigência dos exercícios aos progressos registados pelo cavaleiro. Acompanhar atentamente o estado de evolução de cada aluno, e estar preparada para lhe proporcionar uma evolução constante de acordo com as suas capacidades, são características que devem estar presentes numa escola de equitação de excelência.

Uma justa relação entre preço e qualidade

Embora a equitação já não seja encarada como um privilégio exclusivo para algumas elites, a verdade é que ainda se trata de uma modalidade desportiva com custos significativos. Entre equipamentos necessários, custo das aulas, despesas de deslocação e inscrição na escola, as quantias envolvidas podem alcançar montantes elevados.

Por isso é crucial que na altura de escolher a melhor escola de equitação se tenha presente que deve existir uma justa relação entre a qualidade do ensino ministrado na escola, e o preço que o aluno terá de pagar para a frequentar.
Escolas que prometem muito, mas cobram pouco pelos seus serviços, poderão estar a inflacionar a qualidade do que têm realmente para oferecer, de igual maneira escolas que cobram muito mas que na realidade disponibilizam serviços inferiores aos anunciados são também de evitar.
Normalmente costuma fazer-se um estudo aprofundado sobre cada uma das possíveis escolas, e deve preferir-se sempre aquelas que disponibilizam visitas guiadas às instalações, ou até aulas grátis de experimentação.

Dar importância à intuição na altura de escolher a escola

A nossa intuição é uma ferramenta preciosa a que devemos estar atentos. Assim na altura de escolher qual a melhor escola de equitação há que levar em conta a primeira impressão que nos ficou da visita efetuada às instalações.
Os animais pareciam felizes e bem alimentados? Apresentavam o pelo sedoso e tinham as crinas e rabos bem escovados? Davam mostras de nervosismo exagerado ou apresentavam sinais evidentes de agressividade?
A forma como os professores e demais funcionários da escola interagiam com os cavalos era carinhosa? A maneira de se dirigirem aos alunos presentes na altura era cordial e profissional?
As instalações abertas ao público e as áreas reservadas aos animais apresentavam-se asseadas?
Da parte da administração da escola houve relutância em responder a algumas questões?
Estas são entre outras as questões a que devemos estar atentos, e que ficam registadas nas primeiras impressões com que ficamos da escola de equitação. Normalmente as primeiras impressões acabam por revelar-se sempre as mais acertadas.
Uma boa pesquisa na Internet pode revelar-se também muito esclarecedora sobre a real qualidade da escola em questão, e sobre as possíveis opiniões favoráveis, ou desfavoráveis de outros alunos sobre a mesma.

Escolher a escola de equitação ideal deve ser também um exercício de atenção e de cuidado. Os cavalos são animais lindos, inteligentes e maravilhosos, mas existem muitos cuidados. Uma escola de equitação excelente deve estabelecer uma relação de carinho e de afeto com os seus animais que deve ser visível a quem vem de fora. Quando se encontrar uma escola aonde seja notório o amor dedicado aos animais, então muito provavelmente aquela será uma escola aonde vale a pena investir tempo e dinheiro.

A sua votação: